Folge uns
iBookstore
Android app on Google Play
Gefällt mir
Ein Programm der Universität Leiden
Um tema quente: Missão a Mercúrio partiu para o espaço
9. November 2018

No mês passado, uma sonda chamada BepiColombo foi lançada para uma longa viagem de sete anos até Mercúrio, cheia de curvas e contracurvas.

Mercúrio é o mais pequeno dos planetas do Sistema Solar, e o mais próximo do Sol. As pessoas sabem da sua existência há milhares de anos, até porque é um dos objetos mais brilhantes do céu noturno, mas apesar disso ele continua a ser um dos mais misteriosos mundos do Sistema Solar.

O planeta está tão próximo do Sol que se torna um lugar perigoso para visitas. Qualquer sonda que se aproxime dele tem que enfrentar temperaturas que podem chegar aos 450 ºC. Só duas sondas enfrentaram esta ameaça até agora, mas a BepiColombo está pronta para este desafio!

A sonda tem na realidade dois módulos e um motor que a vai levar nesta longa viagem pelo Sistema Solar.

Para sobreviver ao calor abrasador em torno de Mercúrio, um dos módulos vai adotar a estratégia do “frango no espeto”, e rodar sobre si mesmo15 vezes por minuto, para distribuir o calor. O outro está envolvido por um cobertor sofisticado que o vai proteger dos raios do Sol.

Entre eles, os dois módulos levam o dobro dos instrumentos científicos de que as missões anteriores dispuseram. Além disso, também se vão aproximar mais do planeta, e durante mais tempo, o que nos vai dar uma visão mais clara do que a que tínhamos anteriormente.

Um dos mistérios que a BepiColombo vai tentar resolver é o do gigantesco núcleo de Mercúrio. O núcleo metálico do nosso planeta corresponde a apenas 17% do volume da Terra. Mas o de Mercúrio ocupa 60% do volume total do planeta!

Ninguém sabe exatamente o porquê desta situação, mas foi proposta uma hipótese que sustenta que Mercúrio nasceu muito mais longe do Sol do que aquilo que está agora. À medida que o jovem planeta se aproximava do Sol terá sido atingido por outro objeto de grandes dimensões.

Esta violenta colisão lançou para o espaço milhões de toneladas de material rochoso, deixando o planeta bem mais pequeno do que antes. Contudo, o núcleo, protegido por muitos km de rocha, manteve-se intacto, com o tamanho que sempre tinha tido.

Facto curioso

À primeira vista, BepiColombo pode parecer um nome estranho. Na realidade, a sonda recebeu o nome de um cientista italiano, chamado Giuseppe “Bepi” Colombo. Bepi trabalhou na primeira missão a Mercúrio, a Mariner 10.

Share:

Printer-friendly

PDF File
1,0 MB