Folge uns
iBookstore
Android app on Google Play
Gefällt mir
Ein Programm der Universität Leiden
Nunca tente esconder a sua nave atrás de uma nebulosa!
16. April 2014

Esta nova imagem do espaço revela uma nebulosa chamada Gum 41, que é formada por hidrogénio, o gás mais comum do universo.

No meio desta nebulosa encontra-se uma grande quantidade de jovens, brilhantes e quentes estrelas. Ao libertar luz com elevada energia, as estrelas fazem com que o hidrogénio brilhe com esta cor escarlate.

Muitas das imagens astronómicas mais famosas são de nebulosas muito coloridas, tal como esta. Nestas imagens as nuvens de gás parecem espessas e brilhantes mas na realidade são enganadoras!

Se um ser humano viajasse numa nave espacial até Gum 41, muito provavelmente nem daria conta do que estava no seu interior! Estas nuvens espalham-se de uma forma tão ténue que se tornam demasiado débeis para poderem ser vistas pelo olho humano.

Estas nuvens são como um nevoeiro extremamente fino. Quando observado a alguns metros, o nevoeiro parece uma barreira espessa mas ao aproximarmo-nos parece dispersar-se e desaparecer - à medida que vamos penetrando parece que nunca conseguimos alcançá-lo! Isto ajuda-nos a explicar a razão desta grande e brilhante nuvem só ter sido descoberta em 1951!

Facto curioso

Nem sempre pode acreditar no que vê na TV; “Star Trek”, “Star Wars” e “BattleStar Galactica”, todas têm naves espaciais que se escondem atrás de espessas nebulosas gasosas. Mas agora já sabe - estas nuvens não são um bom refúgio para uma nave espacial que tente esconder-se!

Share:

Bilder

Warum sich in einem Nebel kein Raumschiff verstecken lässt
Warum sich in einem Nebel kein Raumschiff verstecken lässt

Printer-friendly

PDF File
1,1 MB